Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2010

Destaque

Uma Nova Vida - Capítulo 2

- Olha, é pra você. Essa pode ser a nossa árvore. E sempre que você quiser sentar em algum lugar pra refletir, ou pra ouvir os pássaros, é só vir aqui.
- Obrigada, Erick! – Malu sorriu e deu-lhe um beijo no rosto – Acho que eu preciso ir agora. Daqui a pouco anoitece e meus pais já devem estar voltando pra casa. - Tudo bem. - Ah, semana que vem vou convidar a Clara pra nadar lá em casa. Ela me pediu isso a semana toda, mas eu só fico enrolando. - Então eu posso ir também? - Claro! Você já teve amigas, ou só amigos? - Eu não converso muito com as meninas. Você é a minha primeira amiga. A Clara já falou comigo algumas vezes, mas eu não fui muito com a cara dela. Malu deu uma risadinha e se despediu de Erick. A avó de Erick disse: - Você gosta mesmo dessa menina, hein? - Gosto muito, vó. Queria que minha mãe estivesse aqui para conhecê-la. - Eu sei, meu amor, mas sua mãe deve estar muito ocupada lá no interior com os novos negócios do seu pai. Qualquer dia desses você pode convidar a Malu pra passe…

Faça o melhor

Pegue um sorriso e doe-o a quem jamais o teve. Pegue um raio de sol e faça-o voar lá onde reina a noite. Descubra uma fonte e faça banhar-se quem vive no lodo.

Com quem se parecem os anjos?

Com aquela velhinha que devolveu sua carteira outro dia? Com aquele motorista que disse que seus olhos iluminam o mundo quando você sorri ? Com aquela criancinha que lhe mostrou a maravilha das coisas simples? Com aquele homem pobre que lhe agradeceu a esmola com o olhar mais grato possível? Com aquele homem rico que lhe mostrou que tudo é possível se você apenas acreditar?

Olhar de criança

Um olhar mais que palavras, fala, grita, faz pirraça, emociona, embaraça, tem firmeza, tem certeza do futuro que virá
Olho para o mundo Sorrio para a vida Sou feliz

Como fazer amigos… Parte III

A única maneira de ganhar uma discussão é evitando-a: acolha a divergência; desconfie de sua primeira impressão instintiva; controle seus impulsos; ouça em primeiro lugar; procure áres de concordância; seja honesto; prometa que pensará sobre as ideias de sus adversários e as estude cuidadosamente; agradeça sinceramente aos seus adversários pelo interesse que eles demonstram; adie a ação para dar tempo a ambas as partes de repensar o problema.

Como fazer amigos… Parte II

Torne-se verdadeiramente interessado na outra pessoa: “é o indivíduo que não está interessado no seu semelhante que tem as maiores dificuldades na vida e causa os maiores males aos outros. É entre tais indivíduos que se verificam todos os fracassos humanos”. Portanto, se quiser ajudar as outras pessoas e ao mesmo tempo ser ajudado por elas, lembre-se deste princípio.

Como fazer amigos… Parte I

Segundo Dale Carnegie (1988-1955), existem princípios simples a serem seguidos, que influenciam as pessoas na hora de fazer amizades e influenciar positivamente as pessoas; São eles:
Não critique, não condene, não se queixe: a crítica é fútil, porque coloca um homem na defensiva e, comumente, faz com que ele se esforce para justificar-se. A crítica é perigosa, porque fere o precioso orgulho do indivíduo, alcança o seu senso de importância e gera o ressentimento.